Times de futebol no mundo do e-sports

Por Mohamed Fahs

O e-sports ou esportes eletrônicos vem chamando atenção há um bom tempo, com milhares de pessoas assistindo, investimentos milionários, patrocínios gigantes e os lucros que são arrecadados, o esports é um fenômeno e agora times tradicionais do esporte estão entrando.

Quando começou isso?

Pegando como base times de futebol, no ano de 2015, começaram a surgir equipes de esports com vinculo nos times de futebol, o Beşiktaş, time da Turquia, entrou com uma equipe de League of Legends (LoL) disputando o torneio turco da competição, ainda na Europa, o time alemão Schalke 04, entrou na competição e foi um dos primeiros times a contratar streamers e jogadores de FIFA e PES, recentemente teve que vender a vaga do LOL, pois tinha sido rebaixada no campeonato alemão de futebol.

A equipe que mais vem se destacando no cenário competitivo é o PSG, ccom times como a PSG Talon que participou do mundial de LOL e a PSG.LGD, do DOTA, em que foi vice campeã mundial em 2021.

E no Brasil tem investimento?

O Santos foi o primeiro time de futebol que começou a investir nessa modalidade, em parceria com a Dexterity, já teve times de LOL e CSGO, atualmente estão sem parceria, mas ainda conta com times mobiles, que seria times que competem jogos de celulares, como o Free Fire.

Outra equipe paulista que entrou foi o Corinthians, no começou com a RED Canids, atual campeã do CBLOL, a parceria durou um ano de 2017 a 2018, diante que um conselheiro comprou uma parte da RED Canids e o estatuto não permite que conselheiros tenham vínculos empresariais com o Corinthians. Mesmo com o fim da parceria, a equipe paulista seguiu no ramo de esports, sendo campeão nacional e do mundo de Free Fire, em que atualmente entrou com tudo no competitivo de CSGO, já anunciando uma equipe pra disputa do torneio nacional.

O Flamengo foi outra equipe que entrou no esports, mais específico no LOL, sendo campeã do torneio nacional em 2019, mas tudo mudou em 2020, quando começou a ser administrada pela Simplicity, a parceria começou tranquila até ser descoberto todos os problemas administrativos, como falta de pagamento dos salários, péssimo local de trabalho e alguns absurdos, como o não pagamento da premiação do CBLOL Academy, meio que a base do LOL no Brasil e falta de distribuição de alimentos para os jogadores, em que as mães desses jogadores cozinhavam para as equipes do Flamengo, recentemente venderam a vaga do LOL para os Los Grandes, equipe de Free Fire.

Outras equipes entraram no esports, como: Vitória, Ceará, ABC, Athletico Paranaense, Vasco, Botafogo, Cruzeiro, Avaí, Remo, recentemente o Internacional criou um departamento de esports, a entrada para essa modalidade é inevitável, diante que chama atenção midiática e faz surgir mais interesse pelo mundo competitivo, além de gerar vários empregos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s