Alimentação nas escolas: Governo Federal anuncia reajuste no PNAE

O Ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou a tabela de reajuste do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) para 2023 onde os estados brasileiros, em média, receberão 36,4% de aumento nos repasses federais para compra de merenda escolar.

O anúncio confirmado pelo presidente Lula, durante sua fala na reunião ministerial desta terça-feira (14).

Segundo os portais de transparência, o Pnae estava com valores congelados há pelo menos seis anos e tem sido uma prioridade para o novo governo, que pretende custear ao menos R$ 5,5 bilhões neste ano, atendendo em torno de 40 milhões de estudantes.

O aumento era uma pauta constante de prefeitos e governadores, pois afeta diretamente os custos e a qualidade dos produtos servidos na alimentação das escolas e colégios públicos, onerando muitas vezes as prefeituras por conta da complementação.

Com o anúncio, o Pnae volta aos patamares anteriores a 2016, ano em que o programa começou a perder recursos, situação que se agravou em 2022, quando seu orçamento foi o menor da história.

Todos os estados receberão valores corrigidos e muitos terão cotas acima da média nacional, como é o caso do Paraná, onde o aumento supera a média nacional e ultrapassa os 38%.

“Estamos falando de comida de qualidade, essencial para o desenvolvimento das crianças e jovens de todo o país.”, apontou o Ministro em suas redes sociais.

Foto: Sergio Amaral/MDS


Posted

in

by

Tags: