Por: Luiz Henrique Dias

Foz do Iguaçu precisa fazer um profundo debate sobre a saúde pública. Hoje, aqui, vou focar em uma categoria, a de médicos e médicas, e propor ações que são absolutamente importantes para os próximos anos.

1- criação de uma carreira pública para Medicina, com valorização de quem tem vontade de construir uma vida profissional no Sistema Único de Saúde.

2- ampliação das vagas de medicina nas universidades de Foz do Iguaçu, com a implantação do curso aqui na Unioeste.

3- aumento dos programas e das vagas de residência médica em Foz, com complementação financeira no valor das bolsas, para atrair profissionais médicos e garantir mais especialistas na cidade.

4- transformação do Hospital Municipal em Hospital Escola, ou mesmo avaliar uma gestão federal da unidade, fazendo com que o município fique focado em solucionar os gargalos da atenção básica.

5- representações municipais engajadas em buscar recursos para a contratação de mais médicos para atender a população na atenção básica e ampliação das esquipes do Programa Saúde da Família (PSF) e dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF).

6- realização de provas de revalidação mais justas e com maior frequência, permitindo que os médicos formados nas boas escolas do exterior possam atender nosso povo, em especial no SUS.

Ainda há muito para se debater sobre o tema, mas esse debate é urgente e é nosso dever fazê-lo.

Luiz Henrique Dias é professor e aluno de mestrado da Unila.