poesia

Eu sinto falta de todos
Do mundo
E de ninguém

Quero sentir seu aconchego
Seu cheiro
E o que me detém

Quero sentir seu abraço
Me sentir avoado
E perder o trem

Andar sem destino na rua
Com uma blusa sua
E o beijo que me faz bem

Valorizar o toque
Por mais que me transborde
O sal escorre
E dar valor a vida também.

E quando tudo acabar
Para o céu olhar
Apreciar o mar
E fazer jus ao que serve o além

* Bruna Gabriele

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s