Em janeiro, aeroporto internacional das Cataratas vai receber mais de 100 mil passageiros (chegadas e partidas), sem contar com voos low-cost e de fretamentos.

Em 2021, o movimento do Aeroporto Internacional das Cataratas deu um salto de 37.085 passageiros em abril para 124.326 em dezembro – aumento de 70,1%. O ano fechou com 948.913 passageiros (embarques e desembarques), movimento 14,3% superior ao de 2020 quando passaram 829.689 passageiros pelo terminal. Os números são da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária).

Em janeiro, mais de 100 mil passageiros são esperados em 521 voos reservados para o mês. Janeiro marca também a mudança da administração do terminal para a CCR, o que deve ampliar a oferta no número de voos, voos fretados pelas operadoras de turismo e passageiros transportados.

Foz do Iguaçu, diz o prefeito em exercício, delegado Francisco Sampaio, será um novo portão de entrada para turistas estrangeiros e, além dos EUA e Europa, um portão de entrada para os turistas da América do Sul.

Recorde

Os números de 2021 no aeroporto internacional só não batem janeiro (248.287), fevereiro (201.453) e março (124.957) de 2020 e 2019, quando o terminal teve a movimentação de 2.283.897 passageiros, um recorde histórico.

Empresas e operadores do setor esperam quebrar o recorde de 2019 entre 2023 e 2024.

O prefeito em exercício diz ainda que a estimativa é aumentar em 25% o número de turistas estrangeiros nos próximos ano.

Janeiro

A Infraero já repassou a planilha com a previsão de voos para janeiro. Entre pousos (261) e decolagens (260) serão 521 voos de quatro operadoras (Azul, Latam, Gol e JAT) no mês. A previsão é do transporte de pelo menos 93.780 passageiros das quatro companhias aéreas.

Na planilha, não constam os voos de fretamento e nem os low cost.

Uma das operadoras de turismo, espera trazer 12.905 turistas em voos fretados entre janeiro e junho deste ano: 1.658 (janeiro), 1.695 (fevereiro), 2.216 (março), 2.452 (abril), 2.706 (maio) e 2.178 (junho).

Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia.php?id=49490