Aos 72 anos, a dona Leda Teixeira contou que ainda sonhava, mas já não acreditava tanto que um dia teria a casa própria. Porém, finalmente chegou o dia de dar adeus ao aluguel e iniciar a mudança para o local, que ela mesma define como: “finalmente o meu cantinho”. Leda foi uma das 40 pessoas que receberam nesta sexta-feira, 22, as chaves das casas do Condomínio do Idoso em Foz do Iguaçu.
O tão sonhado espaço foi inaugurado pelo governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, com a presença do prefeito Chico Brasileiro e diversas autoridades que prestigiaram o momento tão importante para a política de habitação do município, que é uma das maiores do interior do Brasil.
O projeto integra o programa Casa Fácil Paraná, dentro da iniciativa de moradias “Viver Mais”, destinadas a pessoas a partir de 60 anos. O novo residencial Lagoa Azul recebeu R$ 4,3 milhões de investimento do Governo do Estado, por meio da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), e foi construído em terreno doado pelo município no bairro Três Lagoas.
O espaço possui ainda quiosques, academia ao ar livre, centro de convivência, horta elevada, entre outros espaços para o bom convívio dos moradores. Todo o condomínio também é adaptado dentro das normas de acessibilidade, com rampas de acesso e barras, além de um material usado para as condições climáticas da região.
O prefeito de Foz destacou que as equipes da Prefeitura já estarão à disposição nas próximas semanas para realizar atendimentos aos novos moradores, como o acompanhamento das equipes de saúde, da Assistência Social, instruções do Fozhabita, entre outras formas de apoio para os idosos.
O espaço possui ainda quiosques, academia ao ar livre, centro de convivência, horta elevada, entre outros espaços para o bom convívio dos moradores. Todo o condomínio também é adaptado dentro das normas de acessibilidade, com rampas de acesso e barras, além de um material usado para as condições climáticas da região.
Para Pedro Skoski, 70, o que também chamou a atenção, para além da casa com sala, cozinha, quarto, banheiro e lavanderia, foi o grande espaço de lazer e convívio com os vizinhos.
“Estou em Foz desde 1997 e morei de favor em muitas casas e quando podia, tentava pagar aluguel também. Mas nunca tive essa sensação de ter a minha casa, é um sonho que todos têm, que é possuir um conforto como esse. Ontem eu nem dormi, fiquei analisando tudo aquilo que já passei até finalmente viver meu sonho”, celebrou Pedro