09/08

Bolsonaro critica taxação de grandes fortunas e diz que agora é crime ser rico no Brasil

O presidente segue seu velho hábito de fazer simplificações grosseiros para tentar aproximar suas narrativas do mundo real. Mas não consegue, óbvio.

O Brasil tem um sistema/modelo tributário que onera quem consome e quem produz e gera empregos. Um sistema que alivia pra quem recebe muito por renda ou especulação. Ou seja, a carga tributária tira poder de consumo das famílias, encarece os alimentos, os serviços básicos e os “pequenos prazeres” das pessoas, como tomar um vinho, comprar um perfume ou mesmo fazer uma pequena viagem.

Da mesma forma, faz com que quem tem dinheiro e quer investir em pequenos negócios locais, capaz de gerar circulação de dinheiro empregos e desenvolvimento, acabe preferindo outras aplicações financeiras, para fugir de impostos, mas sem impactos sociais e na economia local.

Mas Bolsonaro sabe o que fala e porque fala. Ele nunca esteve ao lado de quem produz e de quem consome, por isso não quer justiça fiscal. Suas simplificações criminalizam, sim, quem realmente faz a economia desse país girar.

Capas selecionadas