Jade Zamarchi: 5 dicas práticas para cozinhar melhor

E com mais segurança!

Por Jade Zamarchi

Quer aprender pequenos truques que vão ajudar muito no seu dia a dia na cozinha? As 5 dicas de hoje têmo propósito de garantir mais qualidade e segurança no manuseio dos alimentos e tornar a sua experiência culinária ainda mais gostosa. Pequenas mudanças podem trazer grandes resultados! Confira:

1. Nunca use pano úmido ou molhado para pegar coisas quentes!

A água é capaz de passar pelos furinhos do tecido e conduz rapidamente o calor do objeto direto para sua pele. Evite queimaduras usando um pano seco ou luvas térmicas próprias para essa finalidade. E nunca, em hipótese alguma, coloque materiais de vidro quente em superfícies frias! O choque térmico entre os materiais pode quebrar o vidro e causar um acidente grave. Use aparadores de panelas e formas.

2. Use bicarbonato de sódio no molho de tomate.

Você com certeza já ouviu algum truque para tirar a acidez do molho de tomate, correto? Isso se deve ao fato de que o tomate, por si só, já é um alimento ácido e quando não cozido por longo tempo deixa um resíduo ácido ao colocarmos na boca. Para “remediar” a situação existem vários truques como, por exemplo, usar açúcar. No entanto, caso você queira uma solução que interfira menos no sabor do seu molho, use uma colher de cafézinho de bicarbonato de sódio. Sim! Isso mesmo! O bicarbonato tem a propriedade de neutralizar a acidez do tomate sem adicionar sabor. Ao colocar no molho não se assuste se ele formar um pouco de espuma – isso se deve a característica de “fermento” do bicarbonato –, ela sumirá depois de alguns minutos e seu molho estará pronto para consumo.

3. Seque a carne antes de ir para a frigideira.

Não, você não leu errado. Se você deseja que a sua carne fique com um belo tom dourado ao selar na frigideira é importante que ela esteja o mais seca possível. Para isso use papel toalha e pressione levemente a carne para que o papel absorva o máximo de líquido que conseguir. Depois é só temperar sua carne à gosto, mas deixando de lado ingredientes líquidos. Outra dica importante é aquecer bem a frigideira e usar alguma gordura de sua preferência. Esses três fatores combinados vão render um belo caramelizado dos açúcares e proteínasda carne, o que chamamos de reação de Maillard, e, claro, vários elogios dos seus comensais.

4. Não coloque óleo na água do macarrão!

Vamos aprender de uma vez por todas como fazer uma bella pasta? Se você quer cozinhar um macarrão soltinho é só usar bastante água fervente e sal. Não gaste seu óleo ou azeite na intenção de não grudar a massa, o que fará diferença é a quantidade de água. Indo além, seu macarrão irá absorver melhor o molho se não tiver nenhum óleo na superfície. Quer dica extra? Para saber o ponto ideal de retirar da água é só cortar uma das massas. Se por dentro você conseguir enxergar um “fio” branco é sinal de que o amido ainda não cozinhou. Aguarde mais um pouco e faça o teste novamente. Quando a marca branca não existir mais, pode retirar.

5. Nunca lave o frango!

Algumas pessoas podem torcer o nariz diante dessa afirmativa, mas é verdade, lavar o frango é uma das coisas mais perigosas que você poderá fazer dentro de uma cozinha. Ao lavar o frango cru você estará espalhando gotículas de água por todo o local, contaminando assim o ambiente com bactérias e microrganismos nocivos presentes na carne. A chance de uma contaminação cruzada para os outros alimentos consumidos crus, talheres e utensílios é alta! Por isso, tente ser o mais cuidadoso ao manusear o frango cru. Utilize uma bancada separada e utensílios separados. Tempere, cozinhe, grelhe ou asse seu frango, garantindo que qualquer mal seja eliminado. Quanto aos utensílios utilizados no manuseio do frango cru, lave com bastante sabão e água, depois deixe de molho em solução de água e cloro por pelo menos 15 minutos. Faça o mesmo com a bancada e tenha certeza de um ambiente alimentar seguro. E, por fim, lembre-se sempre: ingredientes frescos e de boa procedência são sempre o primeiro passo para uma boa receita!

Jade Zamarchi é chef de cozinha, com especialização em confeitaria, proprietária do Jade Zamarchi – Laboratório Gastronômico, professora e graduanda no Instituto Federal do Paraná em Gastronomia.