turismo foi o setor com melhor resultado

mesmo com a crise econômica e queda no desempenho dos setores comercial e industrial, o turismo novamente segurou o resultado positivo do emprego em foz do iguaçu.

o cadastro geral de empregados e desempregados (caged) apontou 1.121 novos empregos formais na cidade.

para fazer o cálculo é mensurada a diferença entre as contratações (29.791) e demissões (28.670).

desafios

apesar do resultado positivo, a cidade precisa continuar agindo para mitigar questão históricas, como a informalidade e a renda média dos trabalhadores e trabalhadoras.

o aumento da renda cria um ciclo econômico interno, que pode ativar o comércio local, melhorando ainda mais os indicadores de emprego.

além disso, há uma massa populacional – fixa ou sazonalizada, em função das fronteiras – de pessoa nas ruas, oferecendo pequenos serviços ou pedindo esmolas, o que exige ação conjunta dos governos municipal, estadual e federal, assim como o apoio dos governos argentino e paraguaio.